Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
Simepetro - Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
(11) 3207 0072
Brasil tem a 20º gasolina mais cara do mundo, diz Bloomberg

SÃO PAULO – A gasolina vendida nos postos de abastecimento do Brasil é a 20ª mais cara do mundo, acima dos preços cobrados na Grécia (21º), Malta (24º) e Hong Kong (36º), por exemplo, de acordo com um ranking elaborado pela Bloomberg. O país com a gasolina mais cara do mundo é do Paquistão.

 

A classificação considerou a última elevação do preço da gasolina pelo governo brasileiro, que no geral subiu 6,6% e, na bomba, 4,4%. A agência destacou que o aumento provocará um aumento pela demanda de etanol.

 

“O Brasil é uma das maiores potências de recursos naturais, e o petróleo não é exceção, com mais de 2,3 milhões de barris extraídos diariamente. O País também é um líder global em biodiesel, ostentando as mais altas taxas de uso de etanol”, destacou a Bloomberg.

 

A gasolina vendida no Brasil chega a ser mais cara do que a comercializada em países não produtores de petróleo, como Malta. O produto também é mais caro do que em Hong Kong, onde a população gasta 72% a mais do que as pessoas na China, onde o governo estabelece limite de preços. Também é mais cara que a gasolina na Grécia, que, por causa do achatamento dos salários com a crise econômica, tem o maior peso na renda da população, equivalente a 4,8%.

 

Já o Paquistão é o país com a gasolina vendida na bomba mais cara do mundo, a ponto de cada pessoa ter que trabalhar 1,1 dia para pagar um galão de gasolina. Com isso, uma das consequências é o baixo uso do combustível no país, a ponto de o consumo médio per capita ser de apenas 0,01 galão por dia.

 

Para substituir a gasolina, muitos paquistaneses optam pelo gás natural comprimido. Em 2011, o Paquistão tinha 2,85 milhões de veículos rodando com o gás, o que colocava o país no segundo lugar em uso desse tipo de combustível, atrás somente do Irã.

 

Na lista dos 59 países com os preços mais caros de gasolina, os maiores produtores de petróleo ficam por último, como o Kuweit (59º), que possuía 8,5% das reservas comprovadas de petróleo dentre os países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), e os Emirados Árabes Unidos (58º), com participação de 8,2% das reservas glob

 

Fonte: DCI