Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
Simepetro - Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
(11) 3207 0072
Confiança da indústria é a maior em 11 anos, aponta CNI – 26/01/10

 

SOFIA FERNANDES
Colaboração para a Folha Online, em Brasília

Passado o pior da crise internacional, o empresário industrial brasileiro começou 2010 otimista. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), o Icei (Índice de Confiança do Empresário Industrial) foi de 68,7 pontos em janeiro, o maior em 11 anos.

Houve uma alta de 2,8 pontos na comparação com outubro, e de 21,3 pontos ante janeiro de 2008, quando o índice de confiança do empresário despencou para 47,9 pontos. Valores abaixo de 50 indicam falta de confiança e, acima disso, otimismo.

O indicador das pequenas empresas passou de 63,1 pontos para 66,7 pontos. Nas grandes empresas, o índice alcançou 70,1 pontos e, entre as médias, ficou em 68,7 pontos.

Os empresários também estão otimistas em relação aos próximos seis meses. O índice de confiança para o semestre subiu de 68,7 pontos em outubro para 71,8 pontos em janeiro. É o maior valor de toda a série histórica.

Para Renato Fonseca, gerente-executivo de Pesquisa da CNI, o índice elevado em janeiro não é atípico, e reflete a confiança dos empresários no início do ano. Ele não descarta, porém, o fim da crise econômica como explicação para o bom número. “A economia está saindo da crise, o que aumenta o otimismo”, afirmou.

Na indústria de transformação, o indicador teve o quarto aumento consecutivo, registrando 67,7 pontos.

O indicador da indústria extrativa manteve-se estável e passou de 65 pontos em outubro para 65,2 pontos em janeiro. Na construção civil, incluída na pesquisa a partir deste mês, o índice foi de 68,9 pontos.

O Icei é elaborado a partir de pesquisa com as federações de indústrias de 25 Estados, que avalia o comportamento e expectativas do empresariado para o semestre. Para os números de janeiro, foram entrevistadas mais de mil empresas.