Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
Simepetro - Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
(11) 3207 0072
Salários do segmento de Petróleo e Gás crescem 20%

Fonte: Lubes Em Foco

 

Tido com um dos mercados de maior potencial e ao mesmo tempo com maior escassez de talentos, o segmento de Petróleo e Gás teve valorização salarial de até 20% no Guia Salarial 2012-2013. As principais demandas do setor são por profissionais na área de operação e manutenção como o Gerente de Operações e Engenheiro de Serviços.

 

“O cenário para o segmento é muito promissor e deve continuar bastante aquecido nos próximos anos, pois há a predominância de projetos de longo prazo”, avalia Fabio Porto d’Ave, gerente da divisão de Engenharia Oil & Gas da Robert Half. “Apesar do aumento salarial, foi possível notar um ajuste no mercado, com salários menos ‘estratosféricos’”, completa.

 

As principais demandas do setor são por profissionais na área de operação e manutenção como o Gerente de Operações — que tem salário no início da carreira entre R$ 15 mil e 23 mil — e Engenheiro de Serviços – com remuneração inicial de R$ 6,5 mil até R$ 9,5 mil. Também estão em alta profissionais de compras, suprimentos e logística. O especialista da Robert Half também destaca a escassez de Oficiais de Máquinas e Oficiais de Náutica, que são profissionais formados pela Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante. De acordo com Porto d’Ave, o principal gargalo em termos de perfis profissionais é a falta de fluência em inglês.

 

As posições na área de Marketing & Vendas no segmento de Petróleo & Gás também seguem aquecidas. Além do aumento de salários, em relação ao ano de 2011, algumas posições como o Coordenador de Comunicação e Inteligência de Mercado foram mais demandadas por empresas do setor. “O fato de este mercado estar mais sujeito a crises, principalmente ambientais, despertou o interesse por profissionais que podem preparar as empresas para essas situações”, explica Jorge Martins, gerente da divisão de Marketing & Vendas.

 

Outras posições em alta no mercado são o do Gerente de Desenvolvimento de Negócios e Diretor Comercial, que tem remuneração inicial de R$ 16 mil a R$ 27 mil, dependendo do porte da empresa.

 

Fonte: Perspectiva Comunicação