Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
Simepetro - Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
(11) 3207 0072
Shell quer disputar sozinha blocos da 11ª rodada de petróleo

Rio de Janeiro – A Shell pretende disputar sozinha alguns blocos incluídos na décima primeira rodada de licitação de áreas de petróleo no Brasil, marcada para maio, disse nesta quarta-feira o diretor de Exploração da empresa no país, Antônio Guimarães.

 

“A Shell tem interesse (em participar) e está avaliando com cuidado os blocos à disposição. Nossa participação será onde houver oportunidade”, afirmou o executivo à Reuters, durante evento do Instituto Brasileiro do Petróleo (IBP).

 

A rodada está marcada para os dias 14 e 15 de maio, no Rio de Janeiro.

 

“Estamos avaliando possibilidade de parcerias e, em alguns casos, participar só”, adicionou ele.

 

A Shell possui a concessão de cinco blocos na bacia terrestre do São Francisco, que possui áreas incluídas na décima primeira rodada organizada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), além de outras concessões marítimas em áreas que não irão a leilão, como Parque das Conchas, Bijupirá, Salema e o bloco do pré-sal BM-S-54.

 

“(Vamos entrar) não olhando para sinergia. Nesse mercado, sinergia não é suficiente. Tem que ver possibilidades e oportunidades”, afirmou ele Atualmente, a Shell produz no Brasil entre 50 e 60 mil barris ao dia, informou o executivo.

 

Ele disse ainda que a empresa está em fase de análise de desenvolvimento de um bloco no pré-sal para saber se fará uma nova campanha de perfuração no local.

 

Fonte: Revista EXAME