Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
Simepetro - Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
(11) 3207 0072
Simepetro adere ao Programa Jogue Limpo – 12/01/12

Associadas já podem assinar contrato com as operadoras do Programa

O Simepetro assinou o contrato de adesão ao Programa Jogue Limpo do Sindicom. Com isso, todas as empresas associadas terão acesso ao Programa, atendendo às exigências da legislação ambiental. Para o gerente de lubrificantes do Sindicom, Giancarlo Passalacqua, a adesão do Simepetro tem uma grande importância. “O Simepetro é a segunda Associação depois do Sindicom em representatividade do mercado, com empresas que trabalham sob as mesmas regras do órgão regulador”.

A primeira empresa associada a aderir ao Programa foi a Ingrax, do vice-presidente Roberto Mayr. “A palavra básica dessa decisão é sustentabilidade. A preocupação que a Ingrax tem de trazer junto com a solução de lubrificação, uma solução ambiental para os resíduos que ela mesma gera”, comentou.

O Programa atua na região sul do país, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina; no estado do Rio de Janeiro e no município de São Paulo. “Temos planos para em 2012, seguindo o cronograma do Acordo Setorial que está sendo discutido em Brasília, de ampliar para o estado de São Paulo e Minas Gerais”, explica Gomes.

Para aderir ao Programa, as empresas associadas terão que assinar um contrato, já aprovado pelo departamento jurídico do Sindicato, diretamente com as operadoras contratadas pelo Jogue Limpo, que são a MB Engenharia, para o Rio Grande do Sul; a Celus (Central de Embalagens Lubrificantes Usadas), no Paraná e Santa Catarina e a Suatrans no município de São Paulo e no estado do Rio de Janeiro.

De acordo com Antonio Flávio Alvarez, da MB Engenharia e da Celus, o processo é bem simples. O gerador deverá entrar em contato com a operadora, por um 0800, e fazer um pré-cadastro, que será aprovado pelo Sindicom. Após essa aprovação a operadora entrará em contato com os geradores para programar a coleta, que poderá ser de mensal a trimestral, de acordo com a necessidade.

A empresa disponibilizará um saco plástico de que deverá forrar um tambor de 200 litros, para o armazenamento dos frascos. No momento da retirada o saco é pesado e emitido um comprovante de coleta, que comprova a retirada. Os dados da pesagem são enviados para o site do Programa ficando disponíveis para os órgãos ambientais e para a Companhia. “Em um futuro bem próximo esses dados estarão disponíveis também para o gerador, para que ele possa conferir os dados da coleta. Isso permitirá uma rastreabilidade do Programa por todos os agentes do processo”, garante Alvarez.

Para o presidente do Simepetro, Carlos Ristum, essa é mais uma conquista dos associados, que ganharam condições especiais para negociar a coleta. “Se cada empresa tivesse que atuar individualmente o custo certamente seria muito maior. O papel do Sindicato é justamente trazer benefícios aos associados. Com o Programa Jogue Limpo o associado terá total tranqüilidade em relação ao processo que já está consolidado”.

O presidente do Sindicom, Alísio Vaz comemorou a adesão afirmando que é o reconhecimento de que o Programa está bem estruturado. “É uma etapa indispensável para que o Programa possa de fato se expandir. Conseguimos agregar em torno do Jogue Limpo todos os fabricantes do Brasil, e essa união é que vai dar agilidade ao Programa, vai dar condições dele realmente se desenvolver e até mesmo aprimorar a sua gestão”.

No final do mês de janeiro o Simepetro realizará um evento, em São Paulo, no qual os empresários poderão tirar dúvidas sobre a adesão ao Programa.