Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
Simepetro - Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
(11) 3207 0072
Simepetro faz balanço do ano de 2013

O Ano de 2013 foi difícil e ao mesmo tempo decisivo para o segmento produtor de óleos lubrificantes e graxas. E nesses momentos é que as Entidades de Classe costumam assumir papel de destaque. No caso do Simepetro o trabalho foi intenso, já que a categoria entrou na reta final para adequação à Resolução 18.

Secretária do Simepetro e principal ligação entre os associados e a diretoria, Marisa Mattos destaca as várias preocupações do setor, que resultaram em consultas ao longo do ano. “Muitas empresas ligaram querendo saber sobre a Resolução, a coleta de embalagens, questões tributárias, foi um ano com muita atividade”.

Na opinião de Marisa, a contratação do assessor técnico, Manoel Honorato, contribuiu muito no atendimento aos associados. “Passamos a ter uma nova fonte de informações mais focada. Como ele participa das reuniões e eventos, está sempre atualizado”.

Manter o associado atualizado é outra preocupação do Sindicato. Para tanto, as informações mais urgentes são encaminhadas em Comunicados por e-mail. “Infelizmente ainda temos um retorno fraco quando fazemos consultas, pesquisas. Seria interessante que o associado entendesse que precisamos dessas respostas para fundamentar as ações e representar efetivamente o interesse da categoria”, diz Marisa.

Além dos Comunicados a Comunicação do Sindicato passou a ser mais ágil esse ano, com a substituição do jornal bimestral pelo Boletim Eletrônico. “Com o Boletim levamos a notícia com mais agilidade, além de termos reduzido despesa para o Sindicato”, explica a assessora de imprensa Ana Azevedo.

Para 2014 o objetivo é melhorar ainda mais essa comunicação, inclusive intensificando o contato entre o Sindicato e a imprensa em geral. “Precisamos fortalecer a imagem do Sindicato, mostrar as ações que estão sendo feitas e o potencial desse mercado”, explica Ana.

Nova Assessoria063

Em 2013 o Simepetro iniciou um trabalho específico através da contratação do assessor técnico Manoel Honorato. A iniciativa não apenas ampliou a participação do Sindicato junto aos mais importantes órgãos de interesse, quanto permitiu agilizar o envio de informações para os associados.

O assessor participou das reuniões do GMP para representar os associados nas discussões sobre logística reversa de OLUC (Óleo lubrificante usado e ou contaminado), conforme resolução CONAMA 362/99. Participou das reuniões do IBP onde são tratados assuntos técnicos do segmento de óleos automotivos industriais e graxas lubrificantes, sendo importante destacar que nessas reuniões são “deliberados assuntos eminentemente técnicos, mas que norteiam o mercado de lubrificantes como um todo pela representatividade desta comissão de lubrificantes e lubrificação perante o mercado nacional de lubrificantes e graxas”, explica Honorato.

Outra atuação fundamental foi no comitê de estudos da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), na revisão da NBR 17 505 das partes 01 a 07. Tais considerações passaram a ser aceitas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em pontos importantes da Resolução nº 18, melhorando a interpretação das plantas de produção de lubrificantes, tornando assim mais justa a avaliação das plantas já existentes.

O Simepetro esteve presente também no comitê de estudos ABNT NBR 14 725, que trata de assuntos sobre elaboração de FISPQ e de rótulos de produtos químicos. Vale ressaltar que o segmento de lubrificantes deverá se adequar à norma a partir de 2015. “A norma está em revisão e precisamos acompanhar o que será alterado, pois esta norma será utilizada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, o que vai impactar diretamente nossos produtores logo que entrar em vigência”, alerta.

Junto à ANP o assessor atuou efetivamente em reuniões para tratar de assuntos referentes a adequação dos agentes na requalificação na resolução 18/2009; na elaboração de Workshop e reuniões sobre o preenchimento da planilha de produtores que a ANP pretende criar, sendo que um novo workshop deverá ser realizado em 2014, dando prosseguimento ao processo de desenvolvimento dessa planilha.