Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
Simepetro - Sindicato Interestadual das Indústrias Misturadoras, Envasilhadoras de Produtos Derivados de Petróleo
(11) 3207 0072
API aprova nova categoria GF-5 e prepara a SN – 05/01/10
O Instituto Americano do Petróleo – API concluiu e aprovou as especificações para a nova categoria de óleo lubrificante para veículos de passageiros, ILSAC GF-5, e iniciará o licenciamento desses óleos a partir de 1º de outubro de 2010. O Comitê de Lubrificantes do API está agora preparando a categoria API-SN que incluirá os graus de viscosidade não contemplados pelo ILSAC, como, por exemplo, o SAE 10W-40.

A nova categoria API SN seguirá o mesmo padrão de evolução das categorias para veículos de passageiros e manterá os mesmos parâmetros da nova categoria ILSAC GF-5, com exceção dos testes de economia de combustível, pela sequência VID, e de desgaste medido pela sequência IIIGA. Também alguns testes de bancada foram retirados ou tiveram seus limites relaxados. Não há, por exemplo, limite máximo para o teor de Fósforo (embora haja um mínimo de 0,06%), e nenhum limite para Enxofre.

Há uma proposta de se criar uma categoria chamada API SN Resource Conserving, que substituirá o termos Fuel Economy, para óleos que favoreçam uma maior durabilidade do motor e maior proteção ao sistema de emissões. Essa categoria incluirá todos os requisitos da ILSAC GF-5, com exceção do teste TEOST 33 para depósitos a alta temperatura e o Índice de Gelificação para baixa temperatura.

Considerando que as novas categorias API SN e SN Resource Conserving sejam aprovadas rapidamente, o API já iniciará seus licenciamentos também em outubro de 2010. Entretano, os óleos que já atendem à SN deverão ser considerados como SM a partir de 1º de janeiro, uma vez que a nova categoria é compatível com os requerimentos da anterior.

Fonte – Lubes em Foco